Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Novas Ideias

Quem disse que só tem um jeito?

Blog Novas Ideias

Quem disse que só tem um jeito?

Não quero mais ser evangélico

Não aguento mais a ladainha dos evangélicos. O mesmo papo sempre. Um Deus que faz, mas quer algo em troca. Uma igreja que oprime.
Não aguento mais ver os rostos torcidos quando falo que sou evangélico. Ser evangélico no Brasil é ser idiota, uma pessoa completamente alheia ao mundo que a cerca, uma pessoa que apenas "louva a Deus" e que busca ser "fiel ao Senhor Jesus". Ser evangélico é não precisar estudar, pois o "Senhor providencia todas as coisas". Ser evangélico é não ter obrigações sociais, pois "nossa morada é o céu".
Não aguento mais ver versiculos bíblicos serem usados a torto e a direito em enfeites de geladeira, adesivos de carro, capas de cadernos, fachadas de loja. Isso pra mim é a extrema profanação do sagrado. Enquanto os judeus nem pronunciavam o nome YHWH (Javé), por considerarem o nome de Deus algo impossível de sair da boca humana pecaminosa, evangelicos brasileiros estampam versiculos em camisetas, usam o nome de Deus como nome de lojinhas (já vi uma oficina mecânica chamada Jeová), expressões hebraicas são usadas como girias (Shekkinah: unção, Maranata: Ora Vem Senhor Jesus, Shalom: Paz, Adonai: Senhor, Pentecostes: festa hebraica, entre outras).
Não aguento mais a Cassiane, o Diante do Trono (ou seria Distante do Trono?!), a Shirley Carvalhaes, o Matos Nascimento, o André Valadão, a Nivea Soares, o Toque no Altar, que se dizem ser "levitas", mas apenas vendem CD's a perços exorbitantes, com produções que seguem à risca o mercado fonográfico. Se é para ouvir musicas comerciais, prefiro ouvir CPM 22 a ouvir a banda Oficina G3, pois o CPM pelo menos assume ser uma banda comercial . Prefiro muito mais ouvir Avril Lavigne, Renato Russo, Banda Pimentas, CPM 22, NX Zero, Papas na Lingua, Roberto Carlos e outros do que ouvir essas músicas "gospel" bregas.
Não aguento mais os apostolos, bispos, missionarios, reverendos, bispas, apóstolas, pastores que querem apenas fama. Gravam programas ridículos na Rede TV (canal 9 em SP), criam bíblias de estudo, escrevem livros, ensinam a educar filhos, apenas para levantar verba.
Não aguento mais os "sete passos para a vitória", as "21 semanas de libertação", as "sessões do descarrego", as "campanhas de cura divina", as "quebras de maldição", os "12 caminhos para uma vida financeira vitoriosa" e outras baboseiras ditas em nome de Deus.
Não quero mais conversar com pastores "ungidos", que tem "dom de cura" ou aqueles que "oram e Deus responde". Prefiro conversar com professores da faculdade, idosos, pessoas que tem o que falar e o que me ensinar. Quero receber conselhos de garis, empregadas domesticas, pedreiros, pessoas que sabem ensinar a viver dignamente com pouco.
Não preciso de "prosperidade financeira". Não quero o carro novo, a casa própria. Aliás , quero sim, mas quero tê-los com o suor do meu rosto. Digo sem medo: "Deus, não precisa me dar uma casa, deixa que eu compro", "não precisa me fazer passar na prova, deixa que eu estudo e passo sozinho".
Quero uma espiritualidade libertadora, que me ensine a ser gente, a gostar de gente, a me relacionar com gente. Nao quero ser um fanático religioso, intolerante, chato, brega. Quero uma espiritualidade que me ensine a depender pouco de Deus, que me ensine a apenas amá-lo, sem pedir nada, sem esperar milagres que nunca ocorrerão.
Quero, ao mesmo tempo, muito de Deus e nada dEle. Quero muito amor dele, muia bondade, muita paz, para que eu possa trasnmiti-la a outros. e, quanto aos milagres, libertações, curas, empregos, prosperidae financeira, que ele possa apenas me ensinar a conquistar sozinho.

Não quero mais ser evangélico

Não aguento mais a ladainha dos evangélicos. O mesmo papo sempre. Um Deus que faz, mas quer algo em troca. Uma igreja que oprime.
Não aguento mais ver os rostos torcidos quando falo que sou evangélico. Ser evangélico no Brasil é ser idiota, uma pessoa completamente alheia ao mundo que a cerca, uma pessoa que apenas "louva a Deus" e que busca ser "fiel ao Senhor Jesus". Ser evangélico é não precisar estudar, pois o "Senhor providencia todas as coisas". Ser evangélico é não ter obrigações sociais, pois "nossa morada é o céu".
Não aguento mais ver versiculos bíblicos serem usados a torto e a direito em enfeites de geladeira, adesivos de carro, capas de cadernos, fachadas de loja. Isso pra mim é a extrema profanação do sagrado. Enquanto os judeus nem pronunciavam o nome YHWH (Javé), por considerarem o nome de Deus algo impossível de sair da boca humana pecaminosa, evangelicos brasileiros estampam versiculos em camisetas, usam o nome de Deus como nome de lojinhas (já vi uma oficina mecânica chamada Jeová), expressões hebraicas são usadas como girias (Shekkinah: unção, Maranata: Ora Vem Senhor Jesus, Shalom: Paz, Adonai: Senhor, Pentecostes: festa hebraica, entre outras).
Não aguento mais a Cassiane, o Diante do Trono (ou seria Distante do Trono?!), a Shirley Carvalhaes, o Matos Nascimento, o André Valadão, a Nivea Soares, o Toque no Altar, que se dizem ser "levitas", mas apenas vendem CD's a perços exorbitantes, com produções que seguem à risca o mercado fonográfico. Se é para ouvir musicas comerciais, prefiro ouvir CPM 22 a ouvir a banda Oficina G3, pois o CPM pelo menos assume ser uma banda comercial . Prefiro muito mais ouvir Avril Lavigne, Renato Russo, Banda Pimentas, CPM 22, NX Zero, Papas na Lingua, Roberto Carlos e outros do que ouvir essas músicas "gospel" bregas.
Não aguento mais os apostolos, bispos, missionarios, reverendos, bispas, apóstolas, pastores que querem apenas fama. Gravam programas ridículos na Rede TV (canal 9 em SP), criam bíblias de estudo, escrevem livros, ensinam a educar filhos, apenas para levantar verba.
Não aguento mais os "sete passos para a vitória", as "21 semanas de libertação", as "sessões do descarrego", as "campanhas de cura divina", as "quebras de maldição", os "12 caminhos para uma vida financeira vitoriosa" e outras baboseiras ditas em nome de Deus.
Não quero mais conversar com pastores "ungidos", que tem "dom de cura" ou aqueles que "oram e Deus responde". Prefiro conversar com professores da faculdade, idosos, pessoas que tem o que falar e o que me ensinar. Quero receber conselhos de garis, empregadas domesticas, pedreiros, pessoas que sabem ensinar a viver dignamente com pouco.
Não preciso de "prosperidade financeira". Não quero o carro novo, a casa própria. Aliás , quero sim, mas quero tê-los com o suor do meu rosto. Digo sem medo: "Deus, não precisa me dar uma casa, deixa que eu compro", "não precisa me fazer passar na prova, deixa que eu estudo e passo sozinho".
Quero uma espiritualidade libertadora, que me ensine a ser gente, a gostar de gente, a me relacionar com gente. Nao quero ser um fanático religioso, intolerante, chato, brega. Quero uma espiritualidade que me ensine a depender pouco de Deus, que me ensine a apenas amá-lo, sem pedir nada, sem esperar milagres que nunca ocorrerão.
Quero, ao mesmo tempo, muito de Deus e nada dEle. Quero muito amor dele, muia bondade, muita paz, para que eu possa trasnmiti-la a outros. e, quanto aos milagres, libertações, curas, empregos, prosperidae financeira, que ele possa apenas me ensinar a conquistar sozinho.

Tenho Vontade de Sumir

Tenho vontade de sumir
Me afastar de todos que conheço
Me desligar do meu passado
De tudo que me formou

Tenho vontade de, se fosse possível
Apagar minha memória
Esquecer toda minha historia
Esquecer tudo que vivi

Queria romper com meu passado
Recomeçar do zero
Me refazer


Quem sabe assim eu possa ser
O tipo de pessoa que julgo normal
O tipo de pessoa que é feliz

Weslley Talaveira

Tenho Vontade de Sumir

Tenho vontade de sumir
Me afastar de todos que conheço
Me desligar do meu passado
De tudo que me formou

Tenho vontade de, se fosse possível
Apagar minha memória
Esquecer toda minha historia
Esquecer tudo que vivi

Queria romper com meu passado
Recomeçar do zero
Me refazer


Quem sabe assim eu possa ser
O tipo de pessoa que julgo normal
O tipo de pessoa que é feliz

Weslley Talaveira

Para rir um pouco III - Manchetes de jornais

Uma pesquisa assinada por Edson Athayde, publicada pelo Diário de Notícias, do Rio de Janeiro, em 30 de Outubro de 1999, relaciona algumas pérolas produzidas pelos jornalistas:

"Parece que ela foi morta pelo seu assassino"
"Ferido no joelho, ele perdeu a cabeça."
"Os antigos prisioneiros terão a alegria de se reencontrar para lembrar os anos de sofrimento."
"A polícia e a justiça são as duas mãos de um mesmo braço."
"O acidente fez um total de um morto e três desaparecidos. Teme-se que não haja vitimas."
"O acidente foi no tristemente célebre Retângulo das Bermudas."
"Este ano, as festas do 4 de Setembro coincidem exatamente com a data de 4 de Setembro, que é a data exata, pois o 4 de Setembro é um domingo."
"O tribunal, após breve deliberação, foi condenado a um mês de prisão."
"Quatro hectares de trigo foram queimados. A princípio trata-se de um incêndio."
"O velho reformado, antes de apertar o pescoço da sua mulher até à morte, suicidou-se."
"No corredor do hospital psiquiátrico, os doentes corriam como loucos."
"Ela contraiu a doença na época em que ainda estava viva."
"A conferência sobre a prisão-de-ventre foi seguida de um farto almoço."
"O acidente provocou uma forte comoção em toda a região, onde o veículo era bem conhecido.""O aumento do desemprego foi de 0% em Novembro."
"O cabrito montês ficou morto na estrada durante alguns instantes."
"À chegada da polícia, o cadáver encontrava-se rigorosamente imóvel."
"As circunstâncias da morte do chefe de iluminação permanecem rigorosamente obscuras."
"O presidente de honra é um jovem setuagenário de 81 anos."
"E' uma bela obra, de onde parecia exalar toda a fria tristeza da estepe gelada. Foi executada com um calor magistral."
"Depois de algum tempo, a água corrente foi instalada no cemitério, para satisfação dos habitantes."
"Esta nova terapia traz esperanças a todos aqueles que morrem de cancro a cada ano."
"Apesar da meteorologia estar em greve, o tempo esfriou ontem intensamente."
"Os sete artistas compõem um trio de talento."
"A policia encontrou no esgoto um tronco que provém, seguramente, de um corpo cortado em pedaços. E tudo indica que este tronco faça parte das pernas encontradas na semana passada."
"A vítima foi estrangulada a golpes de facão."
"Um surdo-mudo foi morto por um mal-entendido."
"Os nossos leitores nos desculparão por este erro indesculpável."
"Há muitos redatores que, para quem veio do nada, são muito fiéis a suas origens."

Para rir um pouco III - Manchetes de jornais

Uma pesquisa assinada por Edson Athayde, publicada pelo Diário de Notícias, do Rio de Janeiro, em 30 de Outubro de 1999, relaciona algumas pérolas produzidas pelos jornalistas:

"Parece que ela foi morta pelo seu assassino"
"Ferido no joelho, ele perdeu a cabeça."
"Os antigos prisioneiros terão a alegria de se reencontrar para lembrar os anos de sofrimento."
"A polícia e a justiça são as duas mãos de um mesmo braço."
"O acidente fez um total de um morto e três desaparecidos. Teme-se que não haja vitimas."
"O acidente foi no tristemente célebre Retângulo das Bermudas."
"Este ano, as festas do 4 de Setembro coincidem exatamente com a data de 4 de Setembro, que é a data exata, pois o 4 de Setembro é um domingo."
"O tribunal, após breve deliberação, foi condenado a um mês de prisão."
"Quatro hectares de trigo foram queimados. A princípio trata-se de um incêndio."
"O velho reformado, antes de apertar o pescoço da sua mulher até à morte, suicidou-se."
"No corredor do hospital psiquiátrico, os doentes corriam como loucos."
"Ela contraiu a doença na época em que ainda estava viva."
"A conferência sobre a prisão-de-ventre foi seguida de um farto almoço."
"O acidente provocou uma forte comoção em toda a região, onde o veículo era bem conhecido.""O aumento do desemprego foi de 0% em Novembro."
"O cabrito montês ficou morto na estrada durante alguns instantes."
"À chegada da polícia, o cadáver encontrava-se rigorosamente imóvel."
"As circunstâncias da morte do chefe de iluminação permanecem rigorosamente obscuras."
"O presidente de honra é um jovem setuagenário de 81 anos."
"E' uma bela obra, de onde parecia exalar toda a fria tristeza da estepe gelada. Foi executada com um calor magistral."
"Depois de algum tempo, a água corrente foi instalada no cemitério, para satisfação dos habitantes."
"Esta nova terapia traz esperanças a todos aqueles que morrem de cancro a cada ano."
"Apesar da meteorologia estar em greve, o tempo esfriou ontem intensamente."
"Os sete artistas compõem um trio de talento."
"A policia encontrou no esgoto um tronco que provém, seguramente, de um corpo cortado em pedaços. E tudo indica que este tronco faça parte das pernas encontradas na semana passada."
"A vítima foi estrangulada a golpes de facão."
"Um surdo-mudo foi morto por um mal-entendido."
"Os nossos leitores nos desculparão por este erro indesculpável."
"Há muitos redatores que, para quem veio do nada, são muito fiéis a suas origens."

Para rir um pouco II - Dicas de uma boa redação

1. Desnecessário faz-se empregar estilo de escrita demasiadamente rebuscado, conforme deve ser do conhecimento de V. Sa. Outrossim, tal prática advém de esmero excessivo que beira o exibicionismo narcisístico.

2. Evite abrev., etc.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. "não esqueça das maiúsculas", como já dizia carlos machado, meu professor lá no colégio santa ifigênia, em salvador, bahia.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out, palavras de origem portuguesa estão in.

8. Seja seletivo no emprego de gíria, véi, mesmo que seja da hora.. tá ligado?

9. Palavras de baixo calão podem transformar seu texto numa merda.

10. Nunca generalize: generalizar sempre é um erro.

11. Evite repetir a mesma palavra, pois essa palavra vai ficar repetitiva. A repetição vai fazer
com que a palavra seja repetida.

12. Não abuse das citações. Como costumava dizer meu pai: "Quem cita os outros não tem idéias próprias".

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes, isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez. Em outras palavras, não fique repetindo a mesma idéia.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Corta!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Use a pontuação corretamente o ponto e a vírgula especialmente será que ninguém sabe mais usar o sinal de interrogação

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Nunca use siglas desconhecidas, conforme recomenda a A.G.O.P.

21. Exagerar é 100 bilhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"

23. Analogias na escrita são tão fúteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Seu texto fica horrível! Sério!

25. Evite frases exageradamente longas, por dificultarem a compreensão da idéia contida nelas,
e, concomitantemente, por conterem mais de uma idéia além da central, o que nem sempre torna
o seu conteúdo acessível, forçando, desta forma, o pobre leitor a separá-la em seus componentes diversos, de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a orthographia, para não deturpar a língua.

27. Seja incisivo e coerente. Ou talvez seja melhor não...

Para rir um pouco II - Dicas de uma boa redação

1. Desnecessário faz-se empregar estilo de escrita demasiadamente rebuscado, conforme deve ser do conhecimento de V. Sa. Outrossim, tal prática advém de esmero excessivo que beira o exibicionismo narcisístico.

2. Evite abrev., etc.

3. Anule aliterações altamente abusivas.

4. "não esqueça das maiúsculas", como já dizia carlos machado, meu professor lá no colégio santa ifigênia, em salvador, bahia.

5. Evite lugares-comuns como o diabo foge da cruz.

6. O uso de parênteses (mesmo quando for relevante) é desnecessário.

7. Estrangeirismos estão out, palavras de origem portuguesa estão in.

8. Seja seletivo no emprego de gíria, véi, mesmo que seja da hora.. tá ligado?

9. Palavras de baixo calão podem transformar seu texto numa merda.

10. Nunca generalize: generalizar sempre é um erro.

11. Evite repetir a mesma palavra, pois essa palavra vai ficar repetitiva. A repetição vai fazer
com que a palavra seja repetida.

12. Não abuse das citações. Como costumava dizer meu pai: "Quem cita os outros não tem idéias próprias".

13. Frases incompletas podem causar

14. Não seja redundante, não é preciso dizer a mesma coisa de formas diferentes, isto é, basta mencionar cada argumento uma só vez. Em outras palavras, não fique repetindo a mesma idéia.

15. Seja mais ou menos específico.

16. Frases com apenas uma palavra? Corta!

17. A voz passiva deve ser evitada.

18. Use a pontuação corretamente o ponto e a vírgula especialmente será que ninguém sabe mais usar o sinal de interrogação

19. Quem precisa de perguntas retóricas?

20. Nunca use siglas desconhecidas, conforme recomenda a A.G.O.P.

21. Exagerar é 100 bilhões de vezes pior do que a moderação.

22. Evite mesóclises. Repita comigo: "mesóclises: evitá-las-ei!"

23. Analogias na escrita são tão fúteis quanto chifres numa galinha.

24. Não abuse das exclamações! Seu texto fica horrível! Sério!

25. Evite frases exageradamente longas, por dificultarem a compreensão da idéia contida nelas,
e, concomitantemente, por conterem mais de uma idéia além da central, o que nem sempre torna
o seu conteúdo acessível, forçando, desta forma, o pobre leitor a separá-la em seus componentes diversos, de forma a torná-las compreensíveis, o que não deveria ser, afinal de contas, parte do processo da leitura, hábito que devemos estimular através do uso de frases mais curtas.

26. Cuidado com a orthographia, para não deturpar a língua.

27. Seja incisivo e coerente. Ou talvez seja melhor não...

Para rir um pouco I - Como dar comprimidos a um gato:

01. Pegue o gato e coloque-o em seu braço esquerdo como se estivesse segurando um bebê. Posicione o dedo indicador e o polegar da mão esquerda em cada canto da boca do gato. Pressione levemente para que ele abra a boca. Tão logo isto aconteça, coloque o comprimido em sua boca. Permita que o gato feche a boca e engula a pílula.

02. Pegue a pílula do chão e o gato detrás do sofá. Encaixe-o no seu braço esquerdo e repita o processo.

03. Apanhe o gato no quarto e jogue fora o comprimido encharcado.

04. Pegue um novo comprimido, coloque o gato em seu braço esquerdo e segure as patas traseiras com a sua mão esquerda. Force-o a abrir a boca e empurre o comprimido até a garganta com o indicador. Feche a sua boca imediatamente e conte até 10 antes de soltá-lo.

05. Apanhe o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-roupa. Peça ajuda a um amigo.

06. Ajoelhe-se no chão com o gato preso firmemente entre os joelhos, segurando suas quatro patas. Ignore os grunhidos emitidos pelo gato. Peça ao amigo que segure com força a cabeça dele enquanto você abre a boca. Coloque uma espátula de madeira o mais fundo que puder. Deixe o comprimido escorregar pela espátula e esfregue a garganta vigorosamente.

07. Apanhe o gato que está grudado no trilho da cortina e pegue outro comprimido. Lembre-se de comprar uma nova espátula e remendar a cortina. Cuidadosamente enrole o gato numa toalha de modo que apenas sua cabeça fique de fora. Peça para o amigo mantê-lo assim. Dissolva o comprimido em um pouco de água, abra a boca do gato com o auxílio de um lápis e despeje o líquido em sua boca.

08. Veja na bula do remédio se ele é nocivo para seres humanos. Beba um pouco de água para se acalmar. Faça um curativo no braço do amigo e limpe o sangue do tapete com água morna e sabão.

09. Busque o gato no vizinho. Pegue um novo comprimido. Bote o gato dentro do armário da cozinha e feche a porta, mantendo a cabeça do gato para o lado de fora. Abra a boca com o auxílio de uma colher de sobremesa. Jogue o comprimido para dentro da boca com o auxílio de um estilingue.

10. Vá até a garagem e apanhe uma chave de fenda para colocar a porta do armário no lugar. Coloque uma compressa fria nos arranhões do seu rosto e cheque quando tomou pela última vez a vacina antitetânica. Jogue a camiseta fora e apanhe outra em seu quarto.

11. Chame o corpo de bombeiros para apanhar o gato do alto da árvore do outro lado da rua. Peça desculpas ao vizinho que se machucou tentando desviar-se do gato. Pegue o último comprimido do frasco.

12. Amarre as patas dianteiras nas traseiras com uma corda do varal e prenda o gato no pé da mesa de jantar. Coloque luvas de jardinagem. Abra a boca do gato com uma pequena chave inglesa. Coloque o comprimido seguido de um pedaço de filé mignon. Segure a cabeça dele na vertical e derrame meio copo d'água para ajudá-lo a engolir o comprimido.

13. Peça ao seu amigo para levá-lo ao pronto socorro mais próximo. Sente-se tranqüilamente enquanto o médico sutura seus dedos e braços e remove partes do comprimido que ficaram encravadas no seu olho direito. Pare na primeira loja de móveis no caminho de casa e encomende uma nova mesa de jantar.

14. Procure um veterinário que faça atendimento a domicílio

Para rir um pouco I - Como dar comprimidos a um gato:

01. Pegue o gato e coloque-o em seu braço esquerdo como se estivesse segurando um bebê. Posicione o dedo indicador e o polegar da mão esquerda em cada canto da boca do gato. Pressione levemente para que ele abra a boca. Tão logo isto aconteça, coloque o comprimido em sua boca. Permita que o gato feche a boca e engula a pílula.

02. Pegue a pílula do chão e o gato detrás do sofá. Encaixe-o no seu braço esquerdo e repita o processo.

03. Apanhe o gato no quarto e jogue fora o comprimido encharcado.

04. Pegue um novo comprimido, coloque o gato em seu braço esquerdo e segure as patas traseiras com a sua mão esquerda. Force-o a abrir a boca e empurre o comprimido até a garganta com o indicador. Feche a sua boca imediatamente e conte até 10 antes de soltá-lo.

05. Apanhe o comprimido de dentro do aquário e o gato de cima do guarda-roupa. Peça ajuda a um amigo.

06. Ajoelhe-se no chão com o gato preso firmemente entre os joelhos, segurando suas quatro patas. Ignore os grunhidos emitidos pelo gato. Peça ao amigo que segure com força a cabeça dele enquanto você abre a boca. Coloque uma espátula de madeira o mais fundo que puder. Deixe o comprimido escorregar pela espátula e esfregue a garganta vigorosamente.

07. Apanhe o gato que está grudado no trilho da cortina e pegue outro comprimido. Lembre-se de comprar uma nova espátula e remendar a cortina. Cuidadosamente enrole o gato numa toalha de modo que apenas sua cabeça fique de fora. Peça para o amigo mantê-lo assim. Dissolva o comprimido em um pouco de água, abra a boca do gato com o auxílio de um lápis e despeje o líquido em sua boca.

08. Veja na bula do remédio se ele é nocivo para seres humanos. Beba um pouco de água para se acalmar. Faça um curativo no braço do amigo e limpe o sangue do tapete com água morna e sabão.

09. Busque o gato no vizinho. Pegue um novo comprimido. Bote o gato dentro do armário da cozinha e feche a porta, mantendo a cabeça do gato para o lado de fora. Abra a boca com o auxílio de uma colher de sobremesa. Jogue o comprimido para dentro da boca com o auxílio de um estilingue.

10. Vá até a garagem e apanhe uma chave de fenda para colocar a porta do armário no lugar. Coloque uma compressa fria nos arranhões do seu rosto e cheque quando tomou pela última vez a vacina antitetânica. Jogue a camiseta fora e apanhe outra em seu quarto.

11. Chame o corpo de bombeiros para apanhar o gato do alto da árvore do outro lado da rua. Peça desculpas ao vizinho que se machucou tentando desviar-se do gato. Pegue o último comprimido do frasco.

12. Amarre as patas dianteiras nas traseiras com uma corda do varal e prenda o gato no pé da mesa de jantar. Coloque luvas de jardinagem. Abra a boca do gato com uma pequena chave inglesa. Coloque o comprimido seguido de um pedaço de filé mignon. Segure a cabeça dele na vertical e derrame meio copo d'água para ajudá-lo a engolir o comprimido.

13. Peça ao seu amigo para levá-lo ao pronto socorro mais próximo. Sente-se tranqüilamente enquanto o médico sutura seus dedos e braços e remove partes do comprimido que ficaram encravadas no seu olho direito. Pare na primeira loja de móveis no caminho de casa e encomende uma nova mesa de jantar.

14. Procure um veterinário que faça atendimento a domicílio

Pág. 1/3

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub