Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog Novas Ideias

Quem disse que só tem um jeito?

Blog Novas Ideias

Quem disse que só tem um jeito?

#Opinião Por que só na Copa?


Contrariando todas as expectativas, a Copa do Mundo no Brasil foi um sucesso - apesar de não termos o prometido trem-bala da Dilma, mas que não fez a menor falta. Estádios completamente prontos a tempo, por mais que falaram que não ficariam. Aeroportos funcionaram perfeitamente, transporte público à disposição, hospedagens dentro do esperado, serviços de turismo funcionando perfeitamente, estádios impecáveis, organização sem igual, o que fez com que vários frequentadores dissessem: foi uma das melhores Copas do mundo. O técnico holandês Van Gaal foi direto: a organização foi impecável, em todos os detalhes. A infraestrutura em torno dos estádios não ficou pronta a tempo, é verdade, mas nem deu pra perceber. O básico para a realização da Copa funcionou. Até mesmo o presidente da Fifa Joseph Blatter disse que essa foi a melhor copa em que ele já esteve. Tudo que dependeu do serviço público e do Governo funcionou perfeitamente, e fizemos bonito para o mundo. 

Nem parece que estamos falando do Brasil, né?

Por aqui estamos acostumados ao serviço público "mal e porcamente" feito. Serviços públicos de ducentésima categoria, servidores públicos mal humorados que parecem trabalhar amarrados a bolas de ferro apesar dos bons salários e a estabilidade que têm, hospitais que mais parecem matadouros, transporte público que parece carregamento de gado, escolas que parecem currais, burocracia burra para todo lado que se olha, políticos analfabetos com a responsabilidade de conduzir os rumos do país. No Brasil, tudo que é feito pelo poder público já vem com o carimbo de "mal feito". Todo brasileiro sabe disso. Para ser um pouco sensacionalista, poderia dizer que o serviço público no Brasil é um "lixo", salvo raríssimas exceções. Por isso compramos carro mesmo pagando pelo transporte público. Por isso contratamos convênios médicos mesmo pagando pela saúde pública. Por isso matriculamos nossos filhos em escolas particulares mesmo pagando pela manutenção das escolas públicas. No Brasil nos acostumamos a pagar duas vezes para ter um mínimo de conforto: pagamos a nossa obrigação para a manutenção do que é público, mas pagamos também "por fora", pois o público, que nós pagamos, não funciona como deveria funcionar, apesar de pagarmos por isso. What? 

Por que a competência e a organização que vimos na Copa do Mundo não funciona para o resto das coisas? 

A Copa do Mundo é a prova de que o serviço público podem sim ser de primeira qualidade. Quando há vontade política, gente competente no comando e parte da iniciativa privada trabalhando junto as coisas podem ser sim bem feitas. Nos países que consideramos "primeiro mundo", e que invejamos sempre, funciona assim. E por isso invejamos os países de primeiro mundo. Quem não tem vontade de ter um transporte público igual ao da Alemanha, que apesar de ser o país das principais montadoras de veículos, tem metrô à vontade e linhas de ônibus inteligentes que convergem e servem ao país inteiro? Quem não tem vontade de ter a educação pública da Suíça, que lidera qualquer ranking em níveis escolares? Por que isso não acontece sempre no Brasil? Falta de dinheiro? E o dinheiro investido na Copa veio de onde? Não veio dos mesmos bolsos que pagam por hospitais sem maca, ônibus destruídos e servidores públicos mal humorados? Por que não dar um "padrão Fifa" ao que temos aqui no nosso dia a dia? Por que não dar ao serviço público brasileiro o mesmo tratamento recebido pela Copa do Mundo? 

Dá sim, pra fazer bem feito. Há dinheiro e gente competente. Basta querer!

Conheça "Haft Sang", a versão iraniana de "Modern Family"



Sim, é isso mesmo que você leu! A IRIB (Islamic Republic of Iran Broadcasting), emissora de TV iraniana, fez um remake próprio não autorizado da maior série americana de comédia do momento: Modern Family. 

Haft Sang - Sete Pedras -  retrata quase que literalmente cada episódio da primeira temporada da série americana, inclusive com frames e tomadas de câmera. Exceto por detalhes importantes: na versão iraniana o casal gay da série Cam e Mitchel foi cortado e substituído por um casal hétero. Além disso a filha mais velha dos Dunphy, Haley, foi substituída por um rapaz, Amir, e a personagem de Sofia Vergara foi substituída por outra menos, bom, menos sensual. 

Assisti o primeiro episódio da primeira temporada da versão iraniana e, mesmo sem entender uma letra dos diálogos, é possível entender as cenas, de tão fieis que são à versão original americana, que já assisti. Além disso, é inegável que a intenção da emissora é exatamente criar a polêmica em cima de sua versão para mostrar ao mundo que o Irã também sabe fazer TV de qualidade. Guardadas as devidas proporções, a série é muito bem feita, com tomadas perfeitas, cenários completos e atores bem familiarizados com seus personagens. Atores, aliás, que percebe-se não serem "novatos", pois mostram técnicas de interpretação dignas de profissionais. Percebe-se também que houve todo um trabalho para adaptar a trama à realidade iraniana - assim como determina a Lei Islâmica no país, todas as personagens femininas da série cobrem a cabeça com lenço - mas mostrando que, diferente de seus vizinhos também islâmicos mas muito mais radicais, o Irã é um país que, a seu modo, tenta dar aberturas a uma modernidade próxima à do Ocidente. 

Fiquei sabendo desse remake essa semana pelo rádio, na Hora de Expediente da CBN, e lá o jornalista Luiz Gustavo Medina fez um comentário bastante interessante: seria bom se cada país fizesse sua versão de Modern Family. A série é, talvez, o retrato mais perfeito da família americana, com seus dramas, seus exageros e suas "esquisitices", e adaptações em outros países mostrariam suas versões para a série. Quem sabe no Brasil não teríamos umas 5 ou 6 Sofias Vergaras e um casal gay que não beija... rs

Veja o primeiro episódio de Haft Sang:


#TáTendoCopa Começaram os "mata-mata" da Copa 2014



Por Marjorie Guiraldella


Pois é galera, contrariando alguns e surpreendendo a muitos, a Copa do mundo esta acontecendo e superando expectativas. Torcidas em peso acompanham suas seleções, com sorriso no rosto ou lágrimas nos olhos, mas sempre com orgulho de sua nação e assim fazem dessa, se não a copa das copas, a de maior superação. 

Passada a primeira fase, o que era uma dúvida na cabeça de muitos deixou de existir. As cidades pararam para assistir os jogos, vimos os considerados grandes perderem e darem adeus a copa precocemente e times improváveis dando um verdadeiro show e desbancando o favoritismo. Assistimos jogadores dando tudo de si e outros nem tanto assim, juízes que ajudaram ou atrapalharam, pênaltis marcados sem necessidade e outros não marcados corretamente e enfim chegamos as oitavas de final. 

Com muito sofrimento e direito a vaias durante o Hino Nacional, nossa Seleção, que não conseguiu a vitória no tempo normal, ganhou nos pênaltis. Com um gol marcado no primeiro tempo nossos jogadores não conseguiram segurar a marcação do time chileno e o gol marcado por eles, e teve uma má atuação, mas mesmo assim conseguiu a chance de um segundo gol marcado por Hulk que foi anulado alegando toque de mão. Terminado em 1 à 1 o tempo normal, a Seleção conseguiu melhorar tecnicamente na prorrogação, mas mesmo assim não conseguiu a vitória, o que só aconteceu nos pênaltis, graças a belíssima atuação de nosso goleiro Julio César. Mas no final, o Brasil venceu e foi classificado e jogará contra a Colômbia na próxima sexta-feira, 4 de julho as 17h em Fortaleza que se classificou ganhando de 3 á 0 contra o Uruguai que foi eliminado. 

A Seleção Mexicana enfrentou a Holanda em um jogo sofrido que por uma marcação de pênalti nos últimos minutos do jogo deu a Vitória a Laranja Mecânica. Final Holanda classificada 2 ,México eliminado 1. 

A Seleção Holandesa enfrentará a Costa Rica que bateu o time da Grécia, também nos pênaltis e teve sua melhor atuação em copas do mundo até agora, se classificando para as quartas de final. O jogo acontecerá no próximo sábado às 17h em Salvador. 

Hoje a seleção francesa jogou contra a nigeriana, e após um primeiro tempo morno fechado em 0 à 0, garantiu a classificação por 2 à 0 marcados na prorrogação. 

O time da França enfrentará a Alemanha na sexta-feira, 4 de Julho as 13h no Rio de Janeiro, que sofreu e muito para conseguir vencer do time da Argélia que tecnicamente e taticamente se mostrou bem melhor em campo, mas no final a experiência da seleção alemã falou mais alto e venceu por 2 à 1. 

Amanhã acontecerá em São Paulo o jogo da Argentina contra a Suíça e também da Bélgica contra os Estados Unidos em Salvador, que decidirão os times classificados para o jogo que acontecerá no Sábado, 5 de Julho às 13h em Brasília. 

A Zebra está solta nesta copa, então devemos apenas aguardar os proximos resultados e esperar que o jogo da nossa Seleção contra a Colômbia seja melhor do que temos visto.


Marjorie Guiraldella é paulista, estudante de jornalismo, corinthiana fanática, e adora um bom futebol. 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2008
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2007
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub